Achei que ia morrer’, diz paciente de coronavírus internado na UTI

RIO — Um carioca de 55 anos teve que ser internado na UTI de um hospital privado da cidade dois dias depois de apresentar os primeiros sinais da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Compartilhe por WhatsApp:  clique aqui e acesse um guia completo sobre  o coronavírus

Ele não tem a idade considerada como grupo de risco, que é acima de 60 anos, nem outra comorbidade, ou seja, doenças previamente diagnosticadas, como hipertensão, diabetes ou problemas cardíacos e respiratórios — que também agravam o quadro da doença.

— Estava meio de piada com essa história, achando que era bobagem, que era só uma gripe… não é nada disso. Não é uma gripe comum. Achei que ia morrer — afirma o paciente, que segue internado em recuperação.

Coronavírus:Crivella publica decreto que regulamenta medidas para enfrentar doença no Rio

Dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China apontam que a letalidade do vírus é de 0,2% entre 10 e 39 anos; sobe para 0,4% entre 40 e 49 anos; e depois para 1,3% em pessoas com idades entre 50 e 59. 

O grupo de risco começa com 60 anos, com uma taxa mortalidade de 3,6% dos infectados; depois pula 8% no grupo entre 70 e 79 anos e chega a 14,8% nos idosos com mais de 80 anos.

Comentários