Athletic Bilbao vence Barcelona na prorrogação e conquista Supercopa da Espanha

Que virada!

Seis anos depois, o Athletic Bilbao voltou a vencer o Barcelona numa final de Supercopa da Espanha e conquistou seu terceiro título do torneio. Neste domingo, em Sevilha, o time do país basco perdia até os 43 minutos do segundo tempo, mas buscou empate, levou o jogo para a prorrogação e venceu por 3 a 2 com direito a golaço de Iñaki Williams. Messi, que teve atuação apagada, foi expulso por deixar o braço em disputa perto do fim. De Marcos, Villalibre e Griezmann (duas vezes) fizeram os outros gols do jogo.

Para a história

O Bilbao, que passou pelo Real Madrid na semifinal, chegou ao seu terceiro título – os outros foram em 1984 e 2015 -, igualando-se ao Deportivo La Coruña. As equipes só ficam atrás de Barcelona (13) e Real Madrid (11) na história da competição. Atlético de Madrid (2), Valencia, Zaragoza, Sevilla, Mallorca e Real Sociedad foram os outros times que já conquistaram o troféu.

O jogo

O Bilbao começou melhor e pressionou durante boa parte do tempo no campo de ataque. O Barcelona, porém, abriu o placar com Griezmann, que demonstrou oportunismo após jogada de Messi e Jordi Alba. Mas a equipe de Ronald Koeman teve pouco tempo para comemorar: De Marcos deixou tudo igual ainda na primeira etapa, pouco menos de dois minutos depois.

Spanish Super Cup Final - FC Barcelona x Athletic Bilbao

Spanish Super Cup Final – FC Barcelona x Athletic Bilbao (Foto: REUTERS/Marcelo Del Pozo)

Na volta do intervalo, o Barça melhorou e criou mais. Griezmann, novamente, deixou a equipe na frente. Na bola aérea, que já tinha assustado em gol anulado de Raúl García, o Athletic Bilbao conseguiu empatar aos 44 minutos do segundo tempo, com Villalibre após cruzamento de Muniain.

Barcelona x Athletic Bilbao - gol anulado de Raúl García

Barcelona x Athletic Bilbao – gol anulado de Raúl García (Foto: VAR REUTERS/Marcelo Del Pozo)

Na prorrogação, o Barcelona pouco fez. Logo aos três minutos, Iñaki Williams acertou lindo chute e marcou um golaço para virar o jogo. O goleiro Simón pouco foi ameaçado, e Messi, nos minutos finais, ainda foi destaque negativo. Após noite pouco inspirada, ele deixou o braço no rosto de Villalibre e acabou expulso após revisão do VAR.

Messi deixa o campo após ser expulso na final da Supercopa da Espanha

Messi deixa o campo após ser expulso na final da Supercopa da Espanha (Foto: REUTERS/Marcelo Del Pozo)

  • Próximos compromissosAs equipes voltam a campo pela Copa do Rei na próxima quinta-feira. O Athletic Bilbao pega o Ibiza às 15h (horário de Brasília), e o BArcelona enfrenta o Cornellà às 17h.
  • Primeira vezO cartão vermelho de Messi com a camisa do Barcelona era algo até então inédito. O argentino já havia sido expulso em duas oportunidades na carreira, ambas por sua seleção – a última delas na Copa América 2019, realizada no Brasil. Na final da Supercopa, ele recebeu a punição após o árbitro revisar no monitor um lance de agressão no rosto de Villalibre.

Comentários