Atlético de Madrid perde para o Athletic Bilbao e vê liderança do Espanhol a perigo

Resumão

Acabou a “gordura” do Atlético de Madrid na liderança do Campeonato Espanhol. Neste domingo, o time do técnico Diego Simeone perdeu para o Athletic Bilbao por 2 a 1, fora de casa, e tem a primeira colocação cada vez mais ameaçada. A vantagem, que já foi de dez pontos sobre o Real Madrid, agora é de apenas dois: 73 contra 71 de Real e Barcelona, a cinco rodadas do fim. Como o Barça tem um jogo a menos, pode tomar a liderança na quinta-feira, quando receberá o Granada. Depois de levar um gol de Berenguer no início, o Atlético pressionou o jogo todo até empatar com Savic aos 31 minutos do segundo tempo, mas quando lutava pela virada acabou levando um gol de Iñigo Martínez aos 40.

  • QUATRO NA BRIGAApesar do panorama desanimador, o Atlético de Madrid ainda depende apenas de si para ser campeão, já que terá um confronto direto com o Barcelona na 35ª rodada. A reta decisiva do Espanhol promete muita emoção a cada rodada, com quatro times na disputa do título, incluindo o Sevilla, que está em quarto lugar a apenas três pontos do Atlético. Confira a classificação atualizada do Espanhol.

ATHLETIC SAI NA FRENTE E SE FECHA

O Atlético não fez um bom primeiro tempo contra um Athletic Bilbao que, se não foi brilhante, ao menos foi eficiente para abrir o placar logo aos oito minutos: após um bola perdida por Renan Lodi no ataque, o time da casa saiu em velocidde pela direita, Berenguer tocou para Capa e recebeu o cruzamento na área para marcar de cabeça. Depois disso, o time visitante tentava pressionar mas pecava no excesso de passes errados, facilitando a tarefa defensiva da equipe basca.

TUDO OU NADA NO SEGUNDO TEMPO

Luis Suárez, João Félix e Thomas Lemar, todos retornando de lesão, foram lançados por Simeone juntos, aos 13 minutos do segundo tempo. O Atlético imprensou o time da casa praticamente em sua área, criando seguidas chances de gol na etapa final. Aos 31, Carrasco cobrou escanteio da esquerda e Savic empatou de cabeça na primeira trave. Mas a reação do Atlético de Madrid sofreu um baque aos 40, quando Iñigo Martínez subiu sozinho no meio da área, após escanteio da direita, e mandou uma bomba de cabeça, sem chance para Oblak, garantindo a vitória basca e colocando mais emoção na reta decisiva do Espanhol.

Comentários