Auxílio emergencial pode voltar para metade dos beneficiários, diz Guedes

Guedes diz que auxílio emergencial pode voltar para metade dos beneficiários.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, nesta quinta-feira (4), que o auxílio emergencial pode voltar a ser pago para metade dos beneficiários que receberam o pagamento em 2020.

Guedes deu a declaração ao fazer um pronunciamento no Ministério da Economia ao lado do recém-eleito presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

O ministro disse ainda que a retomada do auxílio depende do acionamento de “cláusulas necessárias”.

O auxílio emergencial foi pago no ano passado a trabalhadores informais, em razão da pandemia do coronavírus, em parcelas de R$ 600 e, depois, de R$ 300.

Comentários