Bebê recém-nascido que se tornou a mais jovem vítima do coronavírus do mundo está “fora de perigo”

O recém-nascido, mais novo paciente do mundo a testar positivo para o coronavírus, foi ontem à noite (15/3) considerado “fora de perigo” e se recuperando bem, segundo os médicos do North Middlesex Hospital, em Londres, na Inglaterra.

A mãe da criança havia sido levada às pressas para um hospital de Londres com pneumonia dias antes da criança nascer. O resultado positivo do Covid-19 só foi conhecido depois que o bebê nasceu.

Em entrevista ao jornal The Sun, os especialistas acreditam que o bebê tenha sido infectado com o vírus pela tosse ou espirro da mãe, após o nascimento. Ele só fez o teste horas depois do nascimento.

O Royal College de Obstetras e Ginecologistas aconselhou que bebês saudáveis ​​não devem ser separados de mães infectadas e podem ser amamentados. As autoridades de saúde enfatizam que mulheres grávidas e bebês têm baixo risco de complicações do vírus e a maioria terá sintomas leves.

No Reino Unido os casos de coronavírus disparou de um dia para o outro de 342 pra 1.140 e o número de mortes passou de 11 para 21. Segundo o jornal The Sun, especialistasa acreditam que o número número real de casos de coronavírus no Reino Unido possa ser superior a 10.000 – com números que devem subir nas próximas semanas.

Ontem à noite as autoridades pediram que pessoas com mais de 70 anos devem ficar em restrito isolamento em casa ou em casas de repouso. Eles também disseram que hotéis e outros edifícios podem ser usados como hospitais temporário, caso o número de infectados não pare de subir.

Transmissão de mãe para bebê

Um estudo recente de 19 mulheres grávidas infectadas com COVID-19, publicado no The Lancet,  não encontrou evidências de transmissão de mãe para bebê. Além disso, uma pesquisa publicada no JAMA  em 14 de fevereiro analisou casos de coronavírus em crianças com menos de um ano na China.

Nove bebês foram infectados entre 8 de dezembro de 2019 e 6 de fevereiro de 2020. O mais novo tinha apenas um mês e o mais velho, 11 meses. Todos os bebês foram hospitalizados. Um bebê não apresentou sintomas, mas deu positivo para a doença. Nenhum dos bebês teve sintomas graves.

Comentários