Brasil zera tarifas de remédios usados para combater coronavírus

O benefício aos medicamentos citados nesta resolução terá validade até 30 de setembro.

Câmara de Comércio Exterior (Camex), órgão do Ministério da Economia do governo Jair Bolsonaro, zerou o imposto de importação de 34 medicamentos usados no combate à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

A resolução foi publicada, nesta segunda-feira (13), no Diário Oficial da União.

Entre os medicamentos beneficiados pela medida, estão a Ivermectina, Fondaparinux, Varfarina, Nitazoxanida, Edoxabana e Rivaroxabana.

O órgão também zerou a tarifa de máquinas para produção e embalagem de máscaras descartáveis de proteção respiratória.

A resolução ainda zerou o imposto de importação de bolsas para coleta de sangue com solução anticoagulante.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Camex, órgão composto de representantes de vários ministérios presidido pelo Ministério da Economia, reduziu a zero a tarifa de 549 produtos relacionados ao enfrentamento da doença. O benefício vale até 30 de setembro, destaca a agência EBC.

Comentários