Candidatos à prefeitura de Macapá pedem ao TSE a revisão das datas das eleições

Após a divulgação das novas datas das eleições municipais na capital do Amapá, Macapá, sete dos dez candidatos que concorrem à prefeitura anunciaram que vão protocolar neste sábado (14) uma petição pedindo a revisão das datas divulgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP), que definiu para o dia 13 de dezembro o 1º turno e para 27 de dezembro, o 2º turno, se houver.

Os candidatos vão acionar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) defendendo a realização do 1º turno no dia 29 de novembro e 2º turno, se houver, para o dia 13 de dezembro. A petição foi assinada durante coletiva e deve ser protocolada na tarde deste sábado.

Participaram da coletiva os candidatos Capi (PSB), Dr. Furlan (Cidadania), Guaracy (PSL), Patrícia Ferraz (Podemos), Haroldo Iram (PTC), Professor Marcos (PT) e Lorena Quintas, vice de Paulo Lemos (PSOL), que está em isolamento domiciliar com Covid-19.

Nos discursos, os candidatos defenderam o encurtamento da votação, que, em caso de permanência do prazo do TRE, seria realizada daqui a um mês. Se houver o 2º turno, o pleito aconteceria entre o Natal e o Ano Novo.

O candidato Cirilo Fernandes (PRTB) não participou da coletiva e não foi encontrado para comentar a iniciativa. Já Gianfranco (PSTU) informou que vai assinar o documento. O candidato Josiel (DEM) informou que não foi comunicado da coletiva, mas declarou que vai assinar a petição para que as eleições aconteçam antes da data definida pelo TRE.

Novas datas

adiamento das eleições municipais em Macapá gerou repercussão entre os candidatos a prefeito do município. A decisão, anunciada na quarta-feira (11) pelo TSE, se deve à crise no abastecimento de energia elétrica no estado.

A escolha do novo calendário aconteceu na noite desta sexta-feira (13), durante sessão administrativa, após o presidente da instituição receber garantias da segurança e do restabelecimento da energia na cidade. O procurador regional eleitoral Joaquim Cabral concordou com as datas definidas.

Os outros 15 municípios amapaenses devem realizar o primeiro turno previsto para este domingo (15); a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) garantiu o fornecimento integral de energia. Apenas 3 cidades, com sistemas isolados, não foram afetados com o apagão que atinge o estado desde a semana passada.

Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá

Comentários