Centenas são presos em protesto contra ditador de Belarus

População manteve os protestos semanais que pedem a renúncia de Lukashenko.

Milhares de manifestantes marcharam em Minsk, capital de Belarus, neste domingo (6), pedindo a renúncia do ditador Alexander Lukashenko

Como vem acontecendo nas últimas semanas, a polícia efetuou a prisão de mais de 300 pessoas. 

A maioria dos manifestantes marchou em áreas residenciais e remotas da capital, batendo palmas, cantando “vida longa a Belarus” e agitando bandeiras brancas com uma faixa vermelha no meio, símbolo da oposição. 

Com 9,5 milhões de habitantes, Belarus vem presenciando protestos em massa desde a eleição presidencial de 9 de agosto, que Lukashenko afirma ter vencido. 

Seus adversários, por outro lado, alegam que a votação foi manipulada e querem que ele renuncie. 

Comentários