“Cervejaria gaúcha lança cerveja Mito, criada em homenagem a Jair Bolsonaro”

“O presidente Jair Bolsonaro estampa não apenas as manchetes dos principais jornais do país e tuítes nas redes sociais, mas também o rótulo de uma cerveja criada em homenagem a ele. A Mito é uma puro malte em três estilos produzida artesanalmente pela cervejaria gaúcha VaporNegro, de Nova Petrópolis, que já bate cerca de 10 mil litros por mês.”

“O projeto de desenvolvimento da cerveja surgiu há um ano, quando um dos filhos do então candidato procurou a cervejaria para reforçar o marketing da campanha. A ideia de Flávio Bolsonaro era distribuir a bebida para amigos e simpatizantes do capitão apenas no período eleitoral, mas o sucesso nas redes sociais foi tanto que a cerveja continuou em produção e a demanda cresceu ainda mais.

A Mito inclusiva foi servida na posse do novo diretor-geral brasileiro da usina de Itaipu Binacional, general Joaquim Silva e Luna, no último dia 26 de fevereiro em Foz do Iguaçu.

Segundo Adriano Lazzari de Oliveira, um dos sócios da VaporNegro, os primeiros três mil litros da Mito saíram em julho e não pararam mais. A fórmula, guardada a sete chaves, é parecida com a mexicana Corona.

“A gente criou uma cerveja envasada em garrafas de vidro branco, ao contrário das artesanais que normalmente são naqueles cascos cor de âmbar. A luz solar altera a cor e o sabor da bebida, mas a gente conseguiu desenvolver uma receita que resiste a isso e a torna uma cerveja diferente”, explica o empresário.

O mestre cervejeiro Diogo Varallo desenvolveu a Mito em três estilos: Lager, mais clara e leve; Red Lager com toques de caramelo; e Schwarzbier, com notas de café. A cerveja é envasada em embalagens de 330 ml e tem teor alcoólico de 3,5%. Cada produção tem prazo de validade, em média, de 8 a 10 meses.

Cervejaria do presidente

“Embora o empresário afirme que o presidente não tem nenhuma participação comercial na cerveja, a VaporNegro foi criada especialmente para o desenvolvimento da Mito. Adriano explica que sua antiga cervejaria, a Landsberg, já produzia apenas cervejas sob demanda, principalmente para jogadores de futebol como o ex-zagueiro Bolívar, do Inter. Foi através destas produções limitadas que Flávio Bolsonaro descobriu as bebidas personalizadas.

“No começo a gente até ficou com medo por conta da forte campanha que existia contra o Bolsonaro. Então criamos a VaporNegro só para produzir a cerveja, foi tudo muito rápido em menos de seis meses. Mas depois deu tudo certo e só tem crescido”, conta. Desde novembro do ano passado, parte da produção da Mito precisou ser terceirizada para a cervejaria Süd Brau, da Serra Gaúcha, por conta da demanda.

A cerveja pode ser encontrada principalmente no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, e está aos poucos chegando a alguns pontos de venda no Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia, custando em média de R$ 6,70 a R$ 9,90. Os pedidos podem ser feitos pelo telefone (51) 99720-4949.

Visita
O empresário da Mito quer agora levar Jair Bolsonaro para conhecer a cervejaria. A expectativa era de que o presidente conseguisse ir até a VaporNegro durante a Festa da Uva de Caxias do Sul, realizada até o dia 10 de março. No entanto, ainda não há nada confirmado. “Nós não tivemos mais nenhum contato com ele desde a campanha, mas estamos fazendo o possível para trazê-lo”, completa.”

Fonte: Bom Gourmet


Comentários