China envolve Brasil ao tentar negar origem da pandemia de coronavírus

China sugere que pandemia teve origem em alimentos congelados que foram importados.

O regime comunista da China segue tentando mudar a realidade de que a pandemia de coronavírusteve origem em seu país.  

Neste domingo (6), por meio de veículos de comunicação controlados pelo Partido Comunista Chinês (PCCh), Brasil Uruguai foram envolvidos em uma nova narrativa chinesa. 

O jornal estatal Global Times usou seu perfil no Twitter para afirmar que o Centro de Controle de Doenças de Wuhan, cidade chinesa no epicentro da pandemia, detectou o novo coronavírus em carne congelada importada dos dois países da América do Sul.  

Ao mesmo tempo, a principal reportagem do site do jornal traz uma pergunta na manchete:  

“É possível que mercadorias importadas tenham causado o surgimento da epidemia de coronavírus em Wuhan?”  

A “reportagem” produzida pela propaganda chinesa afirma que a narrativa de que a pandemia começou em Wuhan é uma “acusação” de políticos do Ocidente. 

O texto diz ainda que a descoberta de sinais anteriores do vírus na América e na Europa faz surgir a hipótese de que a epidemia teve origem em alimentos congelados que foram importados. 

Para o jornal, além de Brasil e Uruguai, outras fontes prováveis são frutos-do-mar importados da AustráliaEquador Chile, antes de 2019. 

Comentários