Clubes pressionam Rodrigo Maia por MP do Mandante

Representantes de 45 clubes do futebol do Brasil, sindicatos de atletas e de treinadores estão unidos a favor da conversão da MP 984/2020, mais conhecida como “MP do Mandante”, em legislação.

Eles estarão, nesta terça-feira (29), em um ato simbólico no Congresso Nacional a favor da medida, que está ajudando a quebrar um monopólio de décadas da Rede Globo.

Ao assinar o texto, o presidente da República, Jair Bolsonaro, definiu que o time de futebol mandante tem o direito de arena sobre a partida, podendo negociar os direitos de transmissão.

Após quatro tentativas fracassadas de serem recebidos pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, os clubes resolveram partir para o corpo a corpo.

As equipes agora tentam convencer diretamente os parlamentares de que que a aprovação da MP do Mandante é urgente e fundamental para a democratização das transmissões de futebol no país.

A MP perderá validade se não for aprovada até o fim deste mês de setembro. Maia não chegou sequer a indicar o relator da matéria na Câmara, destaca a revista Veja.

Comentários