Colômbia pede mais pressão da UE contra ditadura Maduro

“Acredito que cada vez mais pressão é necessária”, diz o presidente colombiano.

– PUBLICIDADE –

O presidente da ColômbiaIván Duque, pediu à União Europeia “mais pressão” contra a ditadura de Nicolás Maduro, na Venezuela.

Em entrevista publicada, nesta quarta-feira (7), pelo jornal espanhol El Mundo, Duque disse que o regime chavista “é claramente a ditadura mais brutal que a América Latina já viu em sua história recente”.

Duque insistiu:

“Acredito que cada vez mais pressão é necessária e, também, mais articulação dessa pressão […] Bruxelas deve ajudar a democracia a vencer na Venezuela.”

O mandatário colombiano denunciou como “algo gravíssimo” a “conivência e proteção permanente que a ditadura venezuelana dá aos grupos terroristas e narcotraficantes em seu território”.

Duque disse ainda que “a destruição social, a ignomínia e tudo o que seja o aniquilamento do aparelho produtivo venezuelano detonaram a maior crise migratória do mundo hoje”.

Comentários