Conor McGregor vai doar 1 milhão de euros em equipamento de proteção pessoal a hospitais da Irlanda

O lutador Conor McGregor está engajado no combate ao novo coronavírus. Um dia após publicar um vídeo pedindo de forma enfática por uma quarentena geral, o ex-campeão de duas divisões do UFC revelou nesta quarta-feira que vai doar 1 milhão de euros em equipamento de proteção pessoal para os hospitais da região de Leinster, no leste da Irlanda, onde está localizada a capital Dublin. Segundo o atleta, é também a região mais afetada do país.

McGregor compartilhou com seus seguidores um diálogo que teve com Paschal Donohoe, ministro das finanças e de gastos públicos e reforma da Irlanda. Donohoe contactou McGregor após a publicação do vídeo na terça-feira, pedindo que o atleta usasse sua voz para incentivar os mais jovens a permanecerem em casa.

O lutador respondeu elogiando os esforços do governo irlandês e dizendo que já estava engajado na campanha, mas cobrou ainda mais dos líderes do país. “Precisamos de mais unidades (policiais) nas ruas para garantir este isolamento. Tem sido muito frouxo! (…) Canteiros de obras precisam ser fechados. Para que estão abertos? Sempre podemos construir depois disso. Precisamos colocar a saúde acima da riqueza”, escreveu McGregor.

Thank you sincerely for your message, Minister Paschal Donohoe.
Here is my reply. pic.twitter.com/0NcnVgrKaA— March 25, 2020

O “Notório” criticou também o controle nas fronteiras do país. “A situação atual dos aeroportos também não é boa. Se não for a pior. Tenho um amigo que ontem voltou tranquilo da Tailândia, recebeu um panfleto da covid-19 da equipe do aeroporto, que estava sem máscara e sem luvas. E deixaram ele sair pela porta. De volta à Irlanda. Isto não é bom o suficiente neste momento. Por favor, pressione por mais aqui”, cobrou McGregor, que declarou que é hora de se dedicar por completo à luta.

Comentários