Conselho da Vale decide afastar presidente Fabio Schvartsman

O Conselho de Administração da Vale decidiu afastar o presidente da empresa, Fabio Schvartsman, e mais três diretores.

A empresa ainda não fez um anúncio oficial sobre o afastamento, mas a decisão já foi tomada, segundo o blog apurou com integrantes do conselho.

A decisão foi tomada após o Ministério Público e a Polícia Federal darem prazo de dez dias para a Vale decidir se acataria o pedido de afastamento da diretoria da empresa.

Segundo apurou o blog, a decisão sobre Fabio Schvartsman deve ser oficializada na próxima segunda-feira (4). De acordo com um interlocutor dos acionistas da Vale, o diretor-executivo, Eduardo Bartolomeo, deverá ser designado interinamente para o comando da empresa.

Nesta semana, funcionários da Vale que estão presos afirmaram, em depoimento, que diretores da mineradora sabiam de problemas na barragem que rompeu em Brumadinho, incluindo o risco de liquefação e erosão interna – apontados como possíveis causas do acidente.

O afastamento de Schvartsman pode ser anunciado, inicialmente, como “pedido de afastamento”, mas “será na verdade demissão”, disse um interlocutor de acionistas da Vale. Acionistas disseram, ainda, que depois haverá a demissão dos diretores.

Imagem aérea do local onde houve o rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinho (MG) — Foto: Reprodução/JN

Imagem aérea do local onde houve o rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinho (MG) — Foto: Reprodução/JN

Tragédia em Brumadinho

Há pouco mais de um mês, uma barragem da mineradora rompeu em Brumadinho (MG), levando uma enxurrada de lama à região.

De acordo com as autoridades locais, já foram confirmadas as mortes de 186 pessoas; outras 122 ainda estão desaparecidas.

Fabio Schvartsman

Fabio Schvartsman assumiu o comando da mineradora em maio de 2017, quando substituiu Murilo Ferreira. Ele foi eleito pelo Conselho de Administração a partir de uma lista preparada pela empresa internacional de seleção de executivos Spencer Stuart, seguindo as normas e governança da companhia.

Antes de assumir o posto na Vale, Schvartsman foi diretor-geral da Klabin e teve passagens pela Duratex, SanAntonio Internacional e Telemar. Na Ultrapar (Grupo Ultra), trabalhou por 22 anos e atuou como sócio-diretor até 2007.

Ele chegou a ser considerado um dos 34 melhores executivos do Brasil pela revista “Forbes”.

Fonte: G1

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *