Cristiano Ronaldo adota chuteiras com travas de rúgbi para aumentar velocidade, diz jornal

A longa paralisação do futebol por conta da pandemia do novo coronavírus não impediu Cristiano Ronaldo de seguir obcecado por melhorar seu desempenho. Apesar de, assim como milhares de atletas, ter ficado sem pode treinar com a Juventus por cerca de dois meses, o astro luso buscou soluções alternativas para não deixar seu desempenho ser afetado e até mesmo recorreu a chuteiras com travas para rúbgi para isso.

De acordo com o jornal “Tuttosport”, Cristiano incorporou travas de borracha (em vez de alumínio) no modelo de calçado que já costumava usar nos treinamentos para tentar impulsionar sua velocidade nas arrancadas. As chuteiras atuais permitiriam um maior arranque e flexibilidade.

A inspiração de CR7 teria sido o velocista português Francis Obikwelu, que detém o atual recorde europeu dos 100m rasos, junto ao francês Jimmy Vicaut: 9,86s. Outro exemplo de atleta que usa o recurso é o atacante Delort, do Montpellier.

O obsessão de Cristiano pela melhora no desempenho, mesmo quando as condições de treino não eram as ideias, já havia sido apontada em outra notícia do “Tuttosport” nesta semana. O jornal afirmou que os exames realizados pela Juventus apontaram que o português se reapresentou com mais força física e maior velocidade do que antes do período de isolamento social.

Para isso, Cristiano Ronaldo teria usado os equipamentos da academia em sua mansão na Ilha da Madeira, onde permaneceu durante todo o período de quarentena. Além disso, o craque procurou realizar treinos fechados no estádio do Nacional, inclusive recrutando um goleiro para treinar finalizações.

O diário indica que ainda não há confirmação se Cristiano Ronaldo passará a usar as chuteiras com travas de borracha também nas partidas ou apenas nos treinamentos. A dúvida será sanada a partir do dia 12 de junho, quando a Juventus volta a campo depois da paralisação para enfrentar o Milan, pelas semifinais da Copa da Itália.

G1/GE

Comentários