Decreto de Bolsonaro inclui Correios em plano de privatizações

Correios está no Programa Nacional de Desestatização, que estuda os planos de privatizações.

– PUBLICIDADE –

O presidente da República, Jair Bolsonaro, incluiu a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) no Programa Nacional de Desestatização, que estuda os planos de privatizações.

A decisão foi tomada por meio de decreto assinado desta terça-feira (13).

Em nota, o governo disse que os serviços postais demandam investimentos que o setor público não poderia promover:

“Além disso, a União deve concentrar os seus esforços nas atividades em que a presença do Estado seja fundamental para a consecução das prioridades nacionais.”

No final de fevereiro, Bolsonaro entregou ao Congresso Nacional um projeto de lei que quebra o monopólio dos Correios e abre a empresa pública para o capital privado.

Ainda em tramitação, o texto permite que serviços postais, inclusive os prestados hoje pelos Correios em regime de monopólio, sejam explorados pela iniciativa privada.

Comentários