Deputado Luis Miranda é acusado de aplicar golpes milionários ‘Vou provar que tem corrupção na Saúde’, diz Miranda

“Minha meta é essa: provar que existe sim corrupção no Ministério”, diz Miranda.

O deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) diz ter recebido uma oferta de propina para agilizar a compra da vacina Covaxin, da Índia, pelo Ministério da Saúde. 

A informação foi revelada pela revista eletrônica Crusoé e confirmada ao jornal Estadão pelo deputado.

De acordo com o deputado, a proposta de propina partiu de Silvio Assis, lobista que é próximo do líder do governo na CâmaraRicardo Barros (Progressistas-PR). 

De acordo com o deputado, a oferta feita por Assis foi de 6 centavos de dólar — cerca de R$ 0,30 — para cada dose de vacina vendida.

Na cotação atual, a oferta daria cerca de R$ 6 milhões em propina no caso das 20 milhões de doses de Covaxin que o Ministério da Saúde negociou.

Miranda disse que agora vai “provar que existe sim corrupção no Ministério da Saúde“.

“Quero provar que no governo Bolsonaro, debaixo do nariz de todo mundo, o ministério [da Saúde] está entranhado de corrupção.” 

O deputado completou:

“A partir de agora minha meta é essa: provar que existe sim corrupção no Ministério da Saúde e que desde o princípio eu falei a verdade.”

Renova Mídia

Comentários