DPVAT pode ser gratuito nos próximos anos

A partir de 1° de janeiro de 2021 o governo federal ficará responsável pela administração do DPVAT.

Uma medida provisória assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, quase terminou com a extinção do seguro obrigatório DPVAT no final de 2019. 

No entanto, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a determinação e o seguro voltou a valer. 

Em seguida, a Seguradora Líder, responsável pela administração do DPVAT, foi intimada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) a ressarcir um valor de R$2,2 bilhões. 

O montante é referente a despesas irregulares pagas com recursos públicos.  

Outra decisão judicial condenou a Líder por erro nas tarifas cobradas. A seguradora teve que restituir os valores excedentes para milhares de brasileiros. 

Na última terça-feira (24), uma assembleia decidiu pela extinção do consórcio de seguradoras que compunham a Seguradora Líder.  

Com essa decisão, a partir de 1° de janeiro de 2021 o governo federal ficará responsável pela administração do DPVAT. 

Agora, a Susep estuda um modelo temporário de gestão para manter o serviço.  

Uma das ideias é manter o seguro para toda frota nacional de forma gratuita para o contribuinte em 2021 e 2022, destaca a revista IstoÉ

Comentários