Escândalo em Coroatá: Prefeito denuncia o próprio pai pode desvio de verbas federais

O atual prefeito de Coroatá, Luís Filho, foi eleito em 2016 com o apoio do grupo político liderado pelo seu pai, o ex-prefeito Luís Mendes Ferreira, mais conhecido como Luís da Amovelar.  O ex-prefeito não pode sair candidato em 2016 por conta de problemas com a justiça envolvendo crime de improbidade administrativa, sendo assim, colocou o próprio filho para substituí-lo e o filho acabou sendo eleito.

DENÚNCIA CONTRA O PAI

Em 2009, quando o Luís Mendes Ferreira, (Luís da Amovelar) era prefeito,  a prefeitura de Coroatá firmou um convênio com o governo federal no valor de R$453.000,00(quatrocentos e cinquenta e três mil reais) e um outro  por meio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O primeiro foi direcionado ao programa PROJOVEM, já o segundo foi referente ao PAC  no valor de R$1.339.130,00 (um milhão, trezentos e trinta e nove mil e cento e trinta reais) que foi celebrado pelo então prefeito Luís Ferreira Filho, pai do atual prefeito de Coroatá, Luís Filho. Diante  desses desmandos, o atual prefeito está impedido de celebrar qualquer convênio com o governo federal por conta de seu pai não ter prestado contas desses convênios feitos na época.

                              Confira abaixo toda a documentação conseguida pelo BLOG DO DE SÁ.

Veja abaixo dos documentos referentes ao segundo processo.

Categorias:Geral

Comentários