Flamengo: ‘Foi o grupo que me amou’, diz Jorge Jesus sobre elenco

Campeão da Libertadores e do Campeonato Brasileiro, o português Jorge Jesus concedeu entrevistas a veículos portugueses durante a semana e falou de sua trajetória ao longo do ano no Flamengo. Em conversa com o canal RTP, o comandante rubro-negro foi só elogios ao elenco, o qual descreveu como o “o grupo que o amou”.

— Este foi o melhor grupo que peguei na minha vida como treinador. O grupo que me amou. Este grupo me ama, acredita em mim como treinador — avaliou Jesus.

Durante a conversa, o treinador revelou que já assistiu novamente a final da Libertadores por mais de uma vez e refletiu sobre a carreira à beira do campo. Ele acredita que esse é o melhor momento de sua trajetória.

— Deixei de ser um treinador do Benfica ou do Sporting para ser um treinador português. Para mim, a maior conquista foi essa. Os torcedores portugueses perceberem que sou um treinador português e não de clube nenhum.

Uma das inevitáveis perguntas foi sobre seu futuro. Com contrato até junho de 2020, o técnico esquivou-se de dar um veredito sobre seus próximos passos no futebol.

— Estive num clube em Portugal em que diziam que deveriam fazer um contrato vitalício comigo. Eu fui embora e não houve contrato vitalício nenhum. O futebol é dia a dia — afirmou, quando perguntado sobre os apelos de torcedores:

— Nem eu sei aquilo que eu quero neste momento. Vou dar tempo ao tempo, e com o tempo penso por mim para tomar a minha decisão.

Extra

Comentários