Greenwald afirma ter sido censurado pelo Intercept

Greenwald disse que foi censurado pelo Intercept, site do qual é um dos fundadores.

O jornalista norte-americano Glenn Greenwald anunciou, nesta quinta-feira (29), que foi censurado pelo site “The Intercept“, do qual é um dos fundadores.

Greenwald disse que tomou a decisão de deixar o jornal após os editores do site o impedirem de publicar uma matéria sobre o candidato democrata à Presidência dos Estados UnidosJoe Biden.

De acordo com o jornalista, a matéria só seria publicada se fossem removidas todas as críticas ao candidato apoiado pela esquerda norte-americana nas eleições de 2020.

“As mesmas tendências de repressão, censura e homogeneidade ideológica que assolam a imprensa nacional geralmente engolfaram o meio de comunicação que eu co-fundei, culminando na censura de meus próprios artigos”, escreveu Greenwald, em mensagem no Twitter.

Comentários