Instituto Butantan desenvolverá anticorpos para tratamento do coronavírus

O trabalho do Butantan segue um princípio parecido com o da transferência passiva de imunidade. 

Uma equipe de pesquisadores do Instituto Butantan, do Brasil, trabalha no desenvolvimento de um produto composto por anticorpos para combater o coronavírus

Os anticorpos monoclonais neutralizantes, como são chamados, serão selecionados de células de defesa do sangue de pessoas que se curaram do Covid-19.

A ideia dos cientistas é encontrar uma ou mais dessas proteínas com a capacidade de se ligar ao vírus com eficiência e neutralizá-lo. 

As moléculas mais promissoras poderão, então, ser produzidas em larga escala e usadas no tratamento da doença causada pelo coronavírus, destaca a revista Exame.

O projeto utiliza uma plataforma criada para o desenvolvimento de anticorpos monoclonais (mAbs) humanos para diferentes doenças. A iniciativa é coordenada pela pesquisadora Ana Maria Moro e apoiado pela FAPESP.

Comentários