Itália desarticula seita de abusos de menores e de mulheres

A operação policial foi a última parte de uma investigação iniciada há cerca de dois anos pela Procuradoria de Turim.

A polícia de Novara, na Itália, desarticulou, nesta segunda-feira (20), uma espécie de seita direcionada para abusos de menores de idade e de mulheres.

A investigação da Delegacia local contou com a parceria do Serviço Central de Operações.

A seita, que era liderada por um homem de 77 anos, tinha prevalência por adeptos do sexo feminino e composta majoritariamente por menores.

O líder do grupo foi indiciado por associação criminosa destinada à escravidão e por cometer “numerosos e graves crimes de âmbito sexual, também com danos de menores”, destaca a agência ANSA.

Além de prisões em Novara, a polícia também fez busca e apreensão na cidade de MilãoTurim e cidades pequenas da região.

Comentários