Líder do governo confirma plano para criar imposto sobre transações digitais

O líder do governo no Congresso Nacional, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), confirmou planos para criação de um imposto sobre transações digitais com alíquota de 0,2%

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, nesta segunda-feira (28), o senador disse que a medida, caso seja aprovada, será atrelada a outras para não haver aumento da carga tributária:

“O importante é dizer que ele [imposto] não será apresentado se não ficar claro, absolutamente claro, que a gente reduziu a carga tributária o suficiente para dar a segurança que a população vai pagar menos imposto e vai ter mais serviço à disposição.”

Gomes enfatizou:

“Se aprovada essa possibilidade de imposto, será apresentada no momento com a seguinte regra: não se pode aumentar carga tributária. A população não pode pagar mais impostos.”

O senador acrescentou:

“Precisamos apresentar para a sociedade o que o governo do presidente Jair Bolsonaro vai fazer com relação à desoneração para retirar impostos de setores estratégicos, diminuindo a carga tributária e garantindo mais geração de emprego.”

Comentários