Linha de R$ 1 bilhão do BNDES para produtores de biocombustíveis

Os pedidos deverão ser protocolados diretamente no BNDES até 31 de dezembro de 2022.

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou um programa de crédito de US$ 1 bilhão para produtores de biocombustíveis. 

O objetivo da medida é estimular a redução de emissões no segmento, informou a instituição financeira em comunicado publicado nesta quarta-feira (27).  

Em nota, o diretor de Crédito e Garantia do BNDES, Petrônio Cançado, declarou:  

“O programa foi desenhado para ser complementar à política do (programa federal) RenovaBio, à medida que incentiva a adoção de melhores práticas produtivas e ambientais.” 

Dessa forma, ao participar do programa, chamado BNDES RenovaBio, os produtores de biocombustíveis poderão ter taxas de juros cortadas caso alcancem metas de redução de emissão de CO2 estipuladas pelo banco. 

 O valor máximo de cada empréstimo será de R$ 100 milhões por unidade produtora, considerando o limite por grupo econômico de R$ 200 milhões.  

O prazo total de pagamento será de até 96 meses, incluída uma carência de até 24 meses. 

Comentários