Ludmilla sobre quando tornou pública sua relação com Brunna Gonçalves: ‘Vivo muito mais feliz do que antes’

No Altas Horas deste sábado, 14/11, Serginho Groisman conversa com cantoras que fortalecem o cenário artístico e são referência em seus gêneros musicais. Em uma única entrevista, AlcioneLudmillaMaria Gadú e Roberta Miranda se reúnem para trocar ideias sobre o início da fama e os obstáculos e aprendizados em suas trajetórias rumo a um lugar de destaque na música brasileira.

No papo, Ludmilla fala sobre quando tornou pública a sua relação com Brunna Gonçalves:

“A recepção foi completamente diferente do que eu esperava. Foi maravilhosa. Eu acho que eu fiz a escolha certa, em assumir quem eu sou. Hoje eu vivo muito mais feliz do que antes.”

Além de comentar sobre seu relacionamento, a cantora e Maria Gadú recordam o momento em que entenderam que haviam conquistado um espaço no cenário musical nacional. Ludmilla relembrou quando Ana Carolina revelou ser fã do hit “É Hoje”. Já Gadú conta um episódio inusitado, envolvendo um grande artista nacional.

“A minha grande memória foi quando eu estava gravando meu primeiro álbum e toquei em um bar pequeno no Rio de Janeiro, e o Milton Nascimento foi assistir. Eu sempre fui muito tímida e me lembro que não abri os olhos em nenhuma das 20 canções, de vergonha de olhar para ele”, relembrou

A conversa não para por aí. Alcione revela que descobriu que dedicaria a sua vida ao estilo musical quando decidiu se mudar para o Rio de Janeiro, em busca de uma oportunidade: “Eu queria começar cantando samba, mas comecei cantando tudo porque fui ser uma cantora da noite. Eu sabia que era mangueirense, que eu queria conhecer a Mangueira. E depois que eu fui e desfilei…. Nunca mais saí de lá.” Já Roberta Miranda conta que sua mãe foi quem a apresentou ao ritmo sertanejo, mas surpreende: “As minhas primeiras composições não eram de sertanejo, eram samba.”

Comentários