Lula reafirma intenção de regular a mídia se vencer eleições em 2022

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a defender a regulamentação das mídias. Em caravana pelo Nordeste, o petista afirmou que pretende, se eleito nas eleições de 2022, colocar em vigor a proposta. “Se eu voltar vou regular os meios de comunicação nesse país, a gente não pode ficar com a regulamentação de 1962, não é possível. Então, penso que vamos fazer uma coisa muito nova”, afirmou em entrevista à rádio Metrópole da Bahia. Em outo momento, durante evento com correligionários em Natal, Lula disse que não ter imposto regra foi um dos maiores erros dos governos dele. “É preciso fazer a regulamentação. Tenho certeza que vamos fazer isso, vamos definitivamente regular a comunicação desse país, porque vai ser bom para o país, para a economia e muito melhor e mais saudável para a democracia”, disse. Durante os dois mandatos o ex-presidente chegou a proposta a criação de um conselho federal de jornalismo, mas a questão não avançou no Congresso Nacional. No último domingo, o ministro de Comunicações, Fábio Faria, rebateu uma fala de Lula sobre o tema e defendeu a liberdade de imprensa, afirmando que a proposta é um retrocesso.

*Com informações do repórter João Vitor Rocha

Jovem Pan

Comentários