Mãe de menino morto por Suzy Oliveira diz que ficou chocada com manifestações de apoio à trans

Aparecida dos Santos,  mãe do menino estuprado e morto pela transexual Suzy Oliveira aos 9 anos, disse ao programa Alerta Nacional da “Rede TV!” que ficou chocada com as manifestações de apoio que a criminosa recebeu após ter sido abraçada pelo médico Drauzio Varella durante reportagem no Fantástico no dia 01/03.

“Receber abraços, receber cartinha e ainda um bombomzinho? Na prisão? Eu recebi o que nesses 10 anos?”, disse a mãe. Aparecida disse que superou a perda do filho graças à fé em Deus.

Suzy reconheceu que errou em carta divulgada por sua advogada. “Em nenhum momento tentei passar como inocente e desde aquele dia me arrependi verdadeiramente e hoje estou aqui pagando por tudo que eu cometi. Errei sim e estou pagando cada dia”, disse a trans.

A TV Globo recebeu diversas críticas por omitir os crimes das pessoas transexuais durante a reportagem exibida.

Comentários