Manifestantes em Brasília defendem voto impresso

“Nós queremos voto impresso para 2022 e a anulação já dessas eleições”, diz organizador do ato.

Manifestantes protestaram, neste domingo (22), em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, a favor da implementação do voto impresso no processo eleitoral do Brasil.  

Renan da Silva Sena, um dos organizadores do evento, defende ainda a anulação das eleições municipais de 2020. 

Em discurso na frente do Planalto, segundo o Estadão, Sena declarou: 

“Entendemos que houve fraude nessas eleições, fraude nas urnas eletrônicas. Nós achamos um absurdo eles [votos] não serem auditáveis. Nós entendemos que tem que ser processo transparente, para que todos tenham acesso ao seu próprio voto e qualquer dúvida possa ser auditável. Não podemos ficar na mão desse processo tecnológico que ignora a nossa liberdade de expressão, que é votar. E nós queremos voto impresso para 2022 e a anulação já dessas eleições.” 

Os manifestantes defendem que o eleitor, após votar na urna eletrônica, possa imprimir seu voto e depositá-lo numa urna ao lado da cabine de votação. 

O presidente da República, Jair Bolsonaro, é um ferrenho defensor da implementação do voto impresso. 

“Ninguém acredita nesse voto eletrônico e devemos atender a vontade popular e ponto final”, disse Bolsonaro em conversa com apoiadores no final da tarde de sexta-feira (20), como noticiou a RenovaMídia

Comentários