Missão da China coleta amostras de rochas lunares e retorna à Terra

Fragmentos podem ser capazes de fornecer uma nova visão sobre a geologia e a história da Lua.

A missão espacial Chang’e-5, da China, foi finalizada com sucesso menos de um mês após seu lançamento. 

As expectativas dos envolvidos na empreitada foram cumpridas: amostras de rochas da Lua estão em nosso planeta.  

O pouso da cápsula contendo os materiais ocorreu na tarde desta quarta-feira (16) em uma região da Mongólia.  

De acordo com pesquisadores chineses, os fragmentos lunares podem ser capazes de fornecer uma nova visão sobre a geologia e a história do corpo celeste ao regime comunista. 

A missão da China focou seu processo de coleta numa região vulcânica inexplorada chamada Mons Rümker

Agora, de volta à Terra, os resíduos lunares prometem ocupar o tempo dos cientistas chineses pelos próximos meses. 

Sonda chinesa coletando amostras lunares | Imagem: Divulgação/China 

Comentários