Moro defende manutenção de Dallagnol na Lava Jato

O ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, saiu em defesa, nesta segunda-feira (17), do procurador da República, Deltan Dallagnol, chefe da operação “Lava Jato”.

A declaração de Moro foi proferida às vésperas de julgamento no Conselho Nacional do Ministério Público que pode resultar em punição contra Dallagnol.

Em conversa com o jornal Estadão, Moro afirmou que a Constituição prevê “prerrogativas importantes” aos membros do Ministério Público, entre elas a de não poder ser removido. 

“Isso é uma garantia legal para que os procuradores possam atuar com segurança, independência e protegidos de influências políticas”, afirmou Moro.

Comentários