Mourão compara comércio de madeira ilegal ao narcotráfico

“Isso é um comércio internacional, o tráfico prospera no mundo inteiro”, diz Mourão.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, conversou com jornalistas no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta sexta-feira (20), sobre o comércio de madeira retirada ilegalmente do Brasil

Questionado sobre a possível responsabilidade dos governantes de nações que importam este produto ilegal, Mourão respondeu:  

“Isso é um comércio internacional, o tráfico prospera no mundo inteiro, são crimes transnacionais que as nações têm se unido para combater. É a mesma coisa que combater o narcotráfico, tem que estrangular o dinheiro.” 

Mourão disse que a Polícia Federal (PF) é a responsável por conduzir a parceria com autoridades policiais dos outros países e, junto à operação “Verde Brasil” na Amazônia

O general acrescentou que o trabalho, que recebe o apoio das Forças Armadas, vem inibindo este crime: 

“O trabalho já estaria apresentando resultados. “Já foram 175 mil metros cúbicos de madeira apreendidos [na operação Verde Brasil], isso é madeira que não acaba mais.” 

Comentários