Mourão diz que Witzel não tem ‘ética’ nem ‘moral’, após conversa gravada

BRASÍLIA — O presidente em exercício Hamilton Mourão afirmou nesta segunda-feira que o governador do Rio de JaneiroWilson Witzel, não tem “ética” e “moral”.  A declaração foi feita quando Mourão foi questionado sobre um vídeo que Witzel fez de uma conversa entre ele e o presidente em exercício, para pedir apoio ao envio de água potável às áreas atingidas pelas chuvas no Norte e Noroeste do estado. A conversa foi filmada por um assessor de Witzel e publicada na conta do governador no Twitter na noite de domingo.

— Em relação ao governador Wilson Witzel, ele diz que foi fuzileiro naval. Eu acredito que ele esqueceu a ética e a moral que caracterizam as Forças Armadas quando saiu do corpo de fuzileiros navais. Nada mais tenho a dizer a respeito — disse Mourão, ao chegar na Vice-Presidência.

Governador divulgou conversa em sua conta no Twitter
Governador divulgou conversa em sua conta no Twitter

Mais tarde, ao deixar a Vice-Presidência, Mourão disse que conversou com o presidente Jair Bolsonaro sobre o assunto e afirmou que os dois concordaram que Witzel deveria ter avisado que faria a gravação:

— O presidente só disse que é uma coisa que não é ética. É óbvio. Se você vai gravar alguém, você diz: “Olha, vou te gravar aqui, porque vou botar para o povo do Rio de Janeiro, para saber que eu estou atuando”. Ok, beleza, 100%.

O vídeo já havia sido criticado por Bolsonaro, que, durante viagem a Índia, disse que “não é usual alguém fazer isso”:

— Pelas imagens, ele está no seu carro e um assessor filma. E ele liga para o presidente em exercício. Acho que não é usual alguém fazer isso. Eu não gostaria que fizessem comigo qual seja o assunto. O que se trata por telefone tem que ser reservado — disse Bolsonaro.

Em nota, o governo do estado disse que a divulgação do vídeo nas redes sociais tinha como objetivo de apenas “tranquilizar os moradores de cidades do Noroeste do estado fortemente atingidas pelas chuvas”. O comunicado ressaltou ainda que a publicação “não tem qualquer outra conotação que não demonstrar união num momento de necessidade do povo” e que “o telefonema carateriza uma conversa de trabalho”.

Leia a íntegra da nota:

“O vídeo divulgado nas redes sociais do governador Wilson Witzel tem somente a intenção de tranquilizar os moradores de cidades do noroeste do estado, fortemente atingidas pelas chuvas e, em função disso, sem item básico neste momento que é água para consumo. A informação de que os governos estadual e federal estarão juntos para atender demandas básicas da população da região não tem qualquer outra conotação que não demonstrar união num momento de necessidade do povo. Por isso é importante e de interesse público.

A disposição de auxiliar a região demonstrada pelo presidente em exercício, Hamilton Mourão, é prova do compromisso com as vítimas dessa calamidade que trouxe grandes prejuízos a várias cidades fluminenses. Ressalte-se que o telefonema carateriza uma conversa de trabalho, buscando uma solução para um problema específico. E a sensibilidade demonstrada pelo presidente em exercício evitará o sofrimento de milhares de pessoas”.

Comentários