Mourão é contra Certificado de Imunização: ‘não vai dar certo’

“Vai ter falsificação do passaporte, venda no camelô”, diz general.

O vice-presidente Hamilton Mourão não acredita que um passaporte sanitário concedido a quem está imunizado contra a Covid-19 funcione corretamente no Brasil

A medida, que já é adotada em alguns países, está em discussão no Congresso e, inclusive, já foi aprovada no Senado, como noticiou a Renova.

Em entrevista a jornalista Malu Gaspar, do Grupo Globo, Mourão declarou:

“Cada um terá de andar com um cartãozinho na carteira dizendo que foi vacinado. O cara na entrada do restaurante vai me cobrar isso? E no parque? Isso aqui é Brasil, pelo amor de Deus!” 

O general continuou:

“Vai ter falsificação do passaporte, venda no camelô. Você vai à Central do Brasil, aí no Rio, e vai comprar o passaporte para você.”

E completou:

“Agora, para viajar de um país para outro, acho que será necessário, como na questão da vacina da febre amarela e outras. No deslocamento dentro do país, é uma discussão inócua.”

Renova Mídia

Comentários