‘Ninguém quer tabelar nada’, diz Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quinta-feira (10), que autorizou a notificação feita pelo Ministério da Justiça aos supermercados.

A pasta pediu explicações sobre o aumento do preço dos alimentos da cesta básica. 

Em tradicional live no Facebook, Bolsonaro declarou:

“André Mendonça [ministro da Justiça] falou comigo e perguntou: posso botar a Secretaria Nacional do Consumidor [Senacon] para investigar? Perguntar para os supermercados porque o preço subiu? Falei: pode e ponto final. Ao chegar a resposta pode ser que o errado somos nós e o governo toma uma providência e ponto final.”

O chefe do Executivo ressaltou, como já fez em outras ocasiões, que não tem intenção de tabelar preços:

“Ninguém quer tabelar nada, ninguém quer interferir em nada, isso não existe. A gente sabe que uma vez interferindo, tabelando, isso desaparece da prateleira e a mercadoria aparece no mercado negro muito mais caro, já tivemos experiência disso no Brasil.”

Além disso, Bolsonaro relatou que nas conversas que teve com os representantes do setor de supermercados, ouviu que a margem de lucro seria “reduzida o máximo possível”:

“Foi uma conversa muito saudável, falaram que eles não são os vilões. A margem de lucro deles vai ser reduzida o máximo possível para colaborar, porque a economia tem que pegar. O Brasil tem que dar certo.”

Comentários