PF intima Carlos e Eduardo Bolsonaro a depor como testemunhas

A Polícia Federal (PF) decidiu ouvir dois filhos do presidente da República, Jair Bolsonaro, em inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF).

A investigação mira organização e o financiamento de manifestações supostamente antidemocráticas.

O inquérito foi aberto no mês de abril, a pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, após a realização de manifestações onde uma minoria pediu o fechamento do Congresso e do STF. 

O relator é o ministro Alexandre de Moraes. O caso corre em sigilo.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) e o vereador do Rio, Carlos Bolsonaro (Republicanos), foram intimados pela delegada Denisse Dias Rosas Ribeiro a depor como testemunhas, destaca o jornal Valor Econômico.

Em junho, uma operação da PF cumpriu mandados de busca e apreensão contra apoiadores do presidente Bolsonaro e pediu a quebra de sigilo bancário de 11 parlamentares da base do governo Congresso. 

Nenhum dos filhos do presidente, no entanto, havia sido alvo das diligências.

Comentários