PF prende três suspeitos de ataque hacker ao STF

A operação da PF contra os hackers foi batizada de “LEET”.

A Polícia Federal (PF) realiza, nesta terça-feira (8), uma operação contra suspeitos de realizarem um ataque hacker contra o Supremo Tribunal Federal (STF). 

Três mandados de prisão temporária contra supostos cibercriminosos foram expedidos.

De acordo com informações da PF, a investigação começou após a equipe de tecnologia da informação do STF identificar indícios de um ataque contra o site do Tribunal.

Os alvos da operação estão sendo investigados pelos crimes de invasão de dispositivo informático e associação criminosa. 

As penas podem chegar a cinco anos de prisão.

Batizada de “LEET”, a operação recebeu esse nome com base numa linguagem utilizada na internet na qual as letras são substituídas por números e outros símbolos.

Comentários