Rainha cobra, e Harry e Meghan vão devolver R$ 13 mi e deixar ‘bolsa-realeza’ para se afastarem

Devolver 2,4 milhões de libras (R$ 13 milhões), abrir mão de cerca de 5% da renda e passar a pagar aluguel: esses serão os efeitos financeiros imediatos da decisão do príncipe Harry e de sua mulher, Meghan Markle, de se afastar da condição de “membros-sêniores” da família real britânica.

Siga o Valor Investe no Facebook

É que apesar de o casal ter manifestado, no início do mês, a intenção de criar um “novo papel progressivamente” dentro da instituição, essa solução intermediária parece não ter sido aceita pela rainha Elizabeth, avó de Harry.

Em comunicado à imprensa neste domingo, cinco dias após uma reunião de família para debater o anúncio do casal, o Palácio de Buckingham, sede da realeza, informou que:

  • o príncipe e sua mulher continuarão tendo seus títulos reais de Duque e Duquesa de Sussex, mas não vão mais usá-los. Também não vão mais receber recursos públicos; segundo o próprio príncipe Harry, sua fatia nessa “bolsa-rainha” respondia por 5% de sua renda;
  • o casal não representa mais oficialmente a rainha;
  • eles vão ressarcir 2,4 milhões de libras (R$ 13 milhões) aos cofres públicos – o valor da reforma do castelo de Frogmore Cottage, que continuará sendo a casa deles na Inglaterra;
  • ambos vão pagar um “aluguel comercial” pelo uso do castelo.

Comentários