Renda per capita do maranhense é a menor do Brasil, segundo pesquisa divulgada pelo IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira (27) os valores dos rendimentos domiciliares per capita referentes a 2018 para o Brasil e unidades da Federação, calculados com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) e enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU). De acordo com os números, o menor rendimento médio é o do maranhense, apenas R$ 605.

O rendimento domiciliar per capita é calculado entre o total dos rendimentos domiciliares (em termos nominais) e o total dos moradores. São considerados os rendimentos de trabalho e de outras fontes de todos os moradores, inclusive os classificados como pensionistas, empregados domésticos e parentes dos empregados domésticos.

Os valores foram obtidos a partir dos rendimentos brutos efetivamente recebidos no mês de referência da pesquisa, acumulando as informações das primeiras entrevistas dos quatro trimestres da PNAD Contínua de 2018.

Veja no quadro abaixo o valor do rendimento per capita por estado:

Brasil e Unidades da FederaçãoRendimento nominal mensal domiciliar per capita da população residente (R$)
BrasilR$ 1.373
RondôniaR$ 1.113
AcreR$ 909
AmazonasR$ 791
RoraimaR$ 1.204
ParáR$ 863
AmapáR$ 857
TocantinsR$ 1.045
MaranhãoR$ 605
PiauíR$ 817
CearáR$ 855
Rio Grande do NorteR$ 956
ParaíbaR$ 898
PernambucoR$ 871
AlagoasR$ 714
SergipeR$ 906
BahiaR$ 841
Minas GeraisR$ 1.322
Espírito SantoR$ 1.295
Rio de JaneiroR$ 1.689
São PauloR$ 1.898
ParanáR$ 1.607
Santa CatarinaR$ 1.660
Rio Grande do SulR$ 1.705
Mato Grosso do SulR$ 1.439
Mato GrossoR$ 1.386
GoiásR$ 1.323
Distrito FederalR$ 2.460

A PNAD Contínua é uma pesquisa domiciliar que, a cada trimestre, capta informações socioeconômicas e demográficas em cerca de 211 mil domicílios, em aproximadamente 16 mil setores censitários, distribuídos em cerca de 3,5 mil municípios.

Fonte: Maranhão Hoje

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *