Saque de até R$ 500 do FGTS para não correntistas da Caixa começa hoje

Começa nesta sexta-feira (18) o saque de até R$ 500 das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para quem não tem nenhuma conta na Caixa – nem poupança, nem corrente. Nesta nova etapa, 62,5 milhões de pessoas poderão sacar em torno de R$ 25 bilhões.Leia tambémBaixe o e-book gratuito Guia Definitivo sobre o Saque do FGTSFGTS: Saiba como solicitar o saque-aniversário

Os saques serão liberados aos poucos, conforme o mês de aniversário. Neste primeiro lote, podem sacar o dinheiro os não clientes do banco nascidos em janeiro – um total de 4,1 milhões de pessoas, que devem retirar R$ 1,8 bilhão, ao todo.

Os não clientes da Caixa nascidos em fevereiro serão os próximos a ter o saque liberado, na sexta-feira da semana que vem (25).

Calendário para quem não tem conta na Caixa

Mês de aniversárioData de saque
Janeiro18 de outubro
Fevereiro25 de outubro
Março8 de novembro
Abril22 de novembro
Maio6 de dezembro
Junho18 de dezembro
Julho10 de janeiro
Agosto17 de janeiro
Setembro24 de janeiro
Outubro7 de fevereiro
Novembro14 de fevereiro
Dezembro6 de março

Fonte: Caixa

Os saques de até R$ 500 do FGTS começaram em setembro para clientes do banco, com crédito automático em conta. Nessa etapa, nos três lotes de pagamento, cerca de 36,9 milhões de clientes da Caixa tiveram liberados R$ 15,2 bilhões.

Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: site, internet banking ou app FGTS. Também é possível fazer a solicitação pelo telefone 0800 724 2019 ou direto na agência.

Vale destacar que esse saque imediato de até R$ 500 é diferente do saque-aniversário, uma nova modalidade de resgate do FGTS criada pelo governo, que começará a valer de 2020 em diante.

Têm direito a sacar até R$ 500 do FGTS todos os trabalhadores com saldo nas contas ativas – do emprego atual – ou inativas – de empregos anteriores – do FGTS.

É possível sacar até R$ 500 de cada conta do FGTS, limitado ao valor do saldo. Por exemplo, se o trabalhador tiver duas contas, uma com saldo de R$ 120 e outra com saldo de R$ 1.000, poderá sacar o valor total da primeira e R$ 500 da segunda. Assim, o total a sacar será de R$ 620.

Todos os trabalhadores, clientes ou não da Caixa, podem sacar o dinheiro até o dia 31 de março de 2020.ElevenReceba gratuitamente o e-book “Como Investir em Fundos Imobiliários”

Como sacar o FGTS

Trabalhadores podem realizar os saques do FGTS em casas lotéricas, caixas eletrônicos da Caixa ou agências do banco.

Nas casas lotéricas, para sacar até R$ 100, basta levar o CPF e o documento de identificação. Para sacar mais de R$ 100, é preciso levar o documento o Cartão Cidadão e a senha ou o documento de identificação e a Senha Cidadão.

Nos caixas eletrônicos, é possível sacar com o Cartão Cidadão e a senha ou o CPF e a Senha Cidadão.

Nas agências da Caixa, é possível sacar com documento de identidade com foto, número do CPF e Carteira de Trabalho ou Cartão Cidadão e senha. Ou seja, quem não tem Cartão Cidadão ou Senha Cidadão só consegue sacar nas agências (com exceção dos trabalhadores que têm até R$ 100, que podem sacar nas casas lotéricas).

Para solicitar o Cartão Cidadão, basta ligar para o 0800 726 0207. Ele pode demorar a ser confeccionado e pode não chegar a tempo do seu período de saque, que vai até 31 de março, independentemente da sua data de nascimento.

A Caixa estendeu o horário de 2.302 agências nesta sexta (18) e na segunda (21) e terça-feira (22) para realizar os pagamentos, solucionar dúvidas, promover acertos de cadastro e emitir a senha do Cartão Cidadão:

  • As agências que têm horário de abertura às 10h abrirão às 8h;
  • As agências que têm horário de abertura às 9h abrirão uma hora mais cedo e terão o horário de funcionamento estendido em 1 hora;
  • As agências que têm horário de abertura às 11h abrirão às 9h;
  • As agências que têm horário de abertura às 8h permanecem abrindo às 8h e terão horário de funcionamento estendido em 2 horas;
  • No sábado, as agências abrem das 9h às 15h.

Especial PublicitárioConheça opções de investimentos que rendem mais do que a poupança

Como consultar meu saldo do FGTS?

Para saber quanto dinheiro do FGTS você tem disponível para saque, é só acessar o site da Caixa ou o aplicativo FGTS e informar número do CPF, do NIS (Número de Identificação Social), do PIS (Programa de Integração Social) ou do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e a data de aniversário.Leia tambémVeja como consultar seu saldo do FGTSComo consultar meu número do PIS/Pasep, NIT e NIS? Confira!

Você também pode ligar para o número 0800 724 2019 ou ir até uma agência da Caixa.

O PIS e o NIS (também chamado de NIT) são o mesmo número, diferença é que eles são gerados em bases de dados diferentes. Veja aqui como consultar seu número do PIS/Pasep, NIT e NIS.

O que fazer com até R$ 500 do FGTS

Primeiro, dê prioridade para quitar ou renegociar as dívidas que estão incomodando, ou seja, aquelas que você não consegue pagar todo mês com certa tranquilidade. Comece pelas dívidas que cobram taxas de juros mais altas, como crédito rotativo do cartão de crédito e cheque especial.Leia tambémVeja onde investir os R$ 500 do saque do FGTS

Se não tem dívidas que tiram o sono, a segunda prioridade é investir para formar ou complementar sua reserva de emergência, um dinheiro para ter à disposição se acontecer algum imprevisto e não precisar se endividar. Títulos do Tesouro Direto atrelados à taxa Selic, fundos simples ou CDBs com liquidez diária são as melhores opções para isso.

Se você não tem dívidas que incomodam e já tem uma reserva de emergência, pode partir para outros investimentos mais sofisticados para realizar outros projetos no futuro. Veja aqui onde investir até R$ 500 do FGTS.

Tire suas dúvidas

Valor Investe preparou um Guia Definitivo sobre o Saque do FGTS para você tirar todas as dúvidas. Te ajudamos a entender o que mudou, como saber quanto dinheiro você tem e como sacar e o que fazer com o dinheiro. Baixe aqui — é gratuito.

Comentários