Sérgio Camargo rebate ataques de deputada comunista

“Camargo é um símbolo do desastre que é a extrema-direita no poder”, diz Feghali.

A deputada federal Jandira Feghali, do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), teceu duros ataques, na última quarta-feira (14), contra o jornalista Sérgio Camargo, presidente da Fundação Cultural Palmares.

Em mensagem no Twitter, Feghali acusou Camargo de perseguir “figuras políticas negras só porque são lideranças de esquerda”:

“Sergio Camargo é um símbolo do desastre que é a extrema-direita no poder. Persegue figuras políticas negras só porque são lideranças de esquerda. Camargo não tem legado, não trouxe perspectiva ou projeto para a Fundação. É apenas uma caricatura tentando agradar um séquito.”

Na noite desta quinta-feira (15), Camargo rebateu os ataques da comunista:

“Herdei a Palmares desmantelada após trinta anos de gestão irresponsável e criminosa da esquerda. Um negro livre, Jandirão, a tirou do gueto e da obscuridade — o Brasil sequer sabia de sua existência — para colocá-la a serviço do cidadão. Cuide dos pretos da sua senzala ideológica!”

Comentários