‘Só liberaram uma vacina depois da eleição’, diz Trump

“Em outras palavras, só liberaram uma vacina depois da eleição”, diz o presidente.

O presidente dos Estados UnidosDonald Trump, afirmou que a farmacêutica Pfizer atrasou os resultados dos testes de sua vacina contra o coronavírus de forma proposital. 

De acordo com Trump, os resultados dos testes só foram divulgados após o dia 3 de novembro para prejudica-lo na eleição presidencial:  

“Fui colocado aqui para fazer um trabalho, e a Pfizer e outros estavam indo em frente com as vacinas. Vocês não teriam uma vacina em quatro anos se não fosse por mim, porque a FDA nunca teria sido capaz de fazer o que fez se eu não tivesse forçado.” 

FDA é a sigla em inglês para a Food and Drug Administration, órgão equivalente à Anvisa. 

Trump continuou:  

“A Pfizer e outras, inclusive, decidiram não avaliar os resultados da vacina. Em outras palavras, só liberaram uma vacina depois da eleição.” 

Comentários