Tati Minerato, ex-Gaviões, retorna ao carnaval de SP como musa da Águia de Ouro

Tati Minerato, 31 anos, vai voltar a desfilar no sambódromo do Anhembi no carnaval 2020 como musa da escola de samba Águia de Ouro. O anúncio oficial acontece nesse domingo (1º), durante evento na escola do bairro da Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo.

“Eu estou muito, muito feliz. A sensação é de ‘o bom filho a casa torna’. Eu sou paulista, minhas raízes são aqui, sempre desfilei no carnaval de São Paulo, então fico muito feliz de pisar no Anhembi novamente”, disse ela ao G1.

A ex-rainha de bateria da Gaviões da Fiel foi destituída do cargo em 2019 após se envolver em uma confusão com outra musa, Renata Taruel, durante um ensaio da escola de samba.

De acordo com Tati, o convite para reforçar o time de musas da Águia de Ouro partiu do presidente, Sidnei Carriuolo. “Tenho muitos amigos na Águia, então aceitei de pronto esse super convite. Sempre admirei muito a escola e fui fã da bateria do mestre Juca, do presidente e da comunidade. A escola sempre veio muito rica e bonita”.

Tati Minerato desfila pela Gaviões da Fiel em 2017 — Foto: REUTERS/Paulo Whitaker

Tati Minerato desfila pela Gaviões da Fiel em 2017 — Foto: REUTERS/Paulo Whitaker

Ana Paula Minerato, 28 anos, irmã de Tati e que também desfilou durante vinte anos pelas Gaviões, também tem uma nova escola. Ela foi anunciada como musa da Acadêmicos do Tatuapé em novembro.

A Águia não tem cargo de rainha de bateria atualmente. Três musas dividem o espaço na frente da bateria durante o desfile: Domenica Anastácio, Marina Franco e Vanessa Alves. Karoline Moraes, que formou um quarteto com as demais em 2019, está fora em 2020. Ela foi coroada como rainha da Mocidade Unida da Mooca, escola do Grupo de Acesso do carnaval paulista.

Tati Minerato e Ana Paula Minerato na quadra da Gaviões da Fiel. Foto de janeiro de 2018 — Foto: Celso Tavares/G1

Tati Minerato e Ana Paula Minerato na quadra da Gaviões da Fiel. Foto de janeiro de 2018 — Foto: Celso Tavares/G1

Rio X São Paulo

Tati começou a desfilar na Gaviões ainda criança e fez parte da escola durante 20 anos. Ela desconversa sobre a possibilidade de voltar a desfilar pela escola.

“Com a Gaviões não ficou nenhuma mágoa tenho muita gratidão. A escola me ensinou muito, só tenho a agradecer por tudo. Agora estou escrevendo uma nova história e será linda. O futuro a Deus pertence, no momento estou muito feliz por estar vestindo a camisa da Águia, e fazendo parte desse time, dessa família.”

Em 2019, desfilou no Rio de Janeiro como musa da Vila Isabel. Ela acredita que em São Paulo a estrutura é mais bem organizada.

“O carnaval do Rio é lindo, grandioso, tem um calor humano surreal, fiquei muito feliz de desfilar na Vila Isabel, minha escola do coração no Rio. Eu acho que o Carnaval de São Paulo não perde nada para o Rio. A gente é muito organizado e só vem crescendo nos últimos anos. Aqui tem muitas escolas grandes com comunidade fiel. A diferença é a organização e a segurança que SP tem na concentração e na dispersão, o que tem de ser valorizado”, compara.

Tati Minerato na concentração para o desfile da Vila Isabel em 2019 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Tati Minerato na concentração para o desfile da Vila Isabel em 2019 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Comentários