Teich confirma que cloroquina motivou pedido de demissão

“Não vou manchar a minha história por causa da cloroquina”, disse Teich.

O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu demissão, nesta sexta-feira (15), após apenas 27 dias no cargo. 

“É o dia mais triste da minha vida. Não vou manchar a minha história por causa da cloroquina”, disse ele após deixar o governo;

Teich teve uma reunião na manhã de hoje com o presidente da República, Jair Bolsonaro. O encontro durou cerca de 15 minutos.

O chefe do Executivo é a favor de mudanças no protocolo do uso da hidroxicloroquina no tratamento do novo coronavírus, mas o ministro é contra.

Nesta quinta-feira (14), como noticiou a RENOVA, Bolsonaro afirmou que mudaria o protocolo de uso da cloroquina adotado no sistema de saúde.

Exército Brasileiro já produziu 1.250.000 comprimidos de cloroquina, que estão sendo enviados aos estados. Os dados são referentes ao total produzido até 14 de abril.

Comentários