Trump lança ultimato e ameaça retirar EUA da OMS

“É necessário agir rapidamente”, disse Trump sobre uma reformulação da OMS.

O presidente Donald Trumpameaçou retirar os Estados Unidos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e suspender indefinidamente as contribuições financeiras à entidade no prazo de 30 dias.

Em carta enviada ao diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, Trump explica que a razão é a dependência do organismo em relação à China:

“Se a OMS não se comprometer com melhorias significativas nos próximos 30 dias, tornarei a suspensão temporária de fundos à OMS permanente e reconsiderarei a nossa participação na agência.”

O documento de quatro páginas contém uma série de reclamações em relação à gestão da pandemiade coronavírus por parte da OMS e da China.

Trump ressalta que seu país já teria iniciado “conversações sobre como reformar a organização” com o diretor da entidade e disse que “não há tempo a perder”. 

O chefe da Casa Branca criticou o que chamou de “alarmante falta de independência” da OMS em relação à China e afirmou que uma das reformas sugeridas por Washington era justamente a desvinculação de Pequim. 

“A única forma de avançar, para a OMS, é se realmente for capaz de demonstrar independência em relação à China”, afirma Trump na carta.

Comentários