UemaSul abre inscrições para seu primeiro Mestrado

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo para o curso de Mestrado profissional em Letras, da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul), até o dia 23 de agosto de 2019. O curso, que é o primeiro da instituição e único da região na área das Letras, vai ofertar 20 vagas, com o objetivo de proporcionar ao professor da área de Letras, formação científica e cultural, ampla e aprofundada.

Aprovado em abril, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o Mestrado está em consonância com o Plano Nacional de Educação (PNE) e as diretrizes estratégicas da UemaSul, previstas no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).

O Mestrado é destinado aos profissionais graduados em Letras, e em áreas do conhecimento que tenham afinidade com a temática central da área de concentração, considerando duas linhas de pesquisa: Literatura, Diálogos e Saberes; e Linguagem, Memória e Ensino. “A região não tem mestrado em Letras. Esse mestrado vem para atender uma demanda regional cumprindo a missão da UemaSul, de produzir e difundir conhecimentos, por meio do ensino”, afirmou a Pró-Reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Alinne da Silva.

Para o professor Gilberto Freire, coordenador do curso, o Mestrado em Letras é uma grande oportunidade para a região. “São décadas e décadas, onde grande parte dos nossos alunos dos cursos de graduação não tinham a oportunidade de poder dar uma caminhada maior na sua trajetória de ensino, e o nosso mestrado vem exatamente para contemplar esses alunos”.

O coordenador falou ainda sobre a conquista do sonho coletivo, que se tornou realidade. “Para a UemaSul é uma grande conquista, em dois anos conseguirmos o mestrado é uma vitória que teve o empenho de todos. Foi uma grande caminhada, uma luta de muitos professores. É a comprovação que sonhar é fundamental, e realizar o sonho é uma das coisas mais gratificantes, principalmente, para todos nós do curso de Letras. Sabemos o quanto foi longa nossa trajetória, mas, sempre com um olhar nessa possibilidade do mestrado e doutorado”.

Comentários