Uso emergencial da vacina da Johnson & Johnson no Brasil é aprovado pela Anvisa

Imunizante foi testado no Brasil durante a fase de estudos clínicos;

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta quarta-feira (31), o pedido de uso emergencial da vacina contra a Covid-19 da farmacêutica Janssen, empresa do grupo Johnson & Johnson.

O governo Jair Bolsonaro comprou 38 milhões de doses com entregas no 3º e no 4º trimestre.

Entre os imunizantes contra coronavírus em uso no mundo, o da Johnson & Johnson é o único aplicado em uma só dose.

A eficácia foi de 66% contra casos moderados e graves; nível de proteção foi de 85% só contra casos graves.

O laboratório solicitou o pedido de uso emergencial em 24 de março.

Antes, em janeiro e fevereiro, a agência reguladora concedeu os certificados de Boas Práticas de Fabricação ao imunizante.

Comentários